Solidariedade Haiti

Solidariedade Haiti

Categoria Urbanitária se solidariza com trabalhadores haitianos!

Todos estão acompanhando pelas notícias da imprensa a situação que vive o povo do Haiti, devastado pelo terremoto que atingiu o país. O movimento Luta Urbanitária chama toda a categoria urbanitária a se solidarizar com nossos irmãos haitianos. Faça sua contribuição na campanha de solidariedade aberta pela Conlutas no Banco do Brasil.
Agência 4223-4 Conta 8844-7

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

VALEU MAGNO CRUZ



fonte: QUILOMBO URBANO - http://quilombourbano.blogspot.com/

Ei irmão Magno, tá me escutando negão? Permita-me conversar contigo, pois sei que você sempre foi divã para as angústias de nossas negritudes. Posso falar? Tenho certeza que não estás triste, com saudades imagino. Não estás triste por que sei que tua indignação na luta, sem nunca ter perdido a ternura, foi sempre no sentido de fazer brotar alegria em meio ao jardim de pedra de nossas dificuldades.


Hoje está dormindo, amanhã acordarás para a eternidade. Zumbi, Malcolm, Cosme, Dandara, Firmina e tantos outros te esperam, vai ter festa no Quilombo. Vai ter Gerô nos Cordéis, Escrete no Afoxé, Preto Ghóez nas rimas, Ras Francisco tocando uma seqüência de reggae roots e Antônio Vieira maestrando a festa. Fala pra Silva Cantanheide não esquecer dos “MENINOS DO HIP HOP”, só lembra a ela que a maioria desses meninos já são quase avôs. Encontra um jeitinho de dizer pra Olorum que ele poderia esperar só mais um pouquinho, ficamos meio “bolado” com ele, Deus apressadinho esse hein?.


Tudo bem cara, você venceu a morte, agora tem o privilégio de ser imortal. Você se imortalizou nas tranças dredelokes de quem antes tinha vergonha dos seus carapinhos. Você fez renascer o orgulho negro destruído pelo racismo brasileiro. Se teu CCN foi o ventre de todas as demais entidades negras do Maranhão, você foi genitor de nossa negritude moderna. Olha, não vai falar isso pra Zumbi e CIA pra não rolar ciumeira, mas é verdade, se não fosse por você muitos de nós não teríamos se quer ouvido falar na história deles. Sem oficialmente ser, você foi nosso maior professor, às vezes meio profético. Muito não acreditavam que chegaríamos até aqui. Na mata fechada do racismo você ajudou abrir e alargar as trilhas de nossas negritude. Você fez o improvável se tornar possível. Você tinha uma missão sem ser messias, nunca se “gabou” do que fez, mas fez sempre por amor e com amor. Lutou por quem nunca viu e por quem nunca foi visto, AMIGO INVISIVEL de verdade!!!


Não interpreta nossas lágrimas só como sinônimo de tristeza. Sentimento humano é complicado mesmo, você sabe disso. Na verdade choramos por que lembramos tudo de bom que você fez. Choramos por que somos egoístas, queríamos você sempre conosco, entende né? Tudo bem, os deuses africanos sabem o que fazem, não precisa lembrar não.


Camarada, sempre que possível sinalize para nós, vamos ficar esperando. Resistências, Vitórias, Conquistas, Alegrias, Justiça, Igualdade, Solidariedade, Orgulho, Auto-estima, em cada um desses momentos você estará nos acompanhando e sinalizando. De agora em diante vamos nos dedicar um pouco mais para fazer valer cada um desses objetivos coletivos, para que você possa está muito mais vezes conosco.


VALEU NEGÃO!!!!!!!!!


P/ Hertz Dias

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Centrais beijam a mão de Dilma e entram na campanha do PT

Festas do 1º de Maio serão palanques eleitorais do governo Lula

Em 2010, o 1º de Maio acontece em meio à disputa eleitoral que desta vez começou bem adiantada. De um lado, o tucano e ex-governador de São Paulo, José Serra, tenta recolocar o PSDB e a direita tradicional de volta ao poder. De outro, Dilma Rousseff se esforça para capitalizar a popularidade de Lula e manter o PT na Presidência. Em essência, duas alternativas que significam a continuidade da atual política neoliberal dos últimos 16 anos.

As últimas pesquisas colocam o tucano em estreita vantagem em relação a Dilma. Joga a favor de Serra o fato de ser um rosto mais conhecido e de ter estado à frente do governo paulista. Dilma, porém, vai se apoiar não só no carisma de Lula. Ela tem por trás todo o aparato do PT, da CUT e das principais centrais sindicais. E vai usá-lo para isso, como já vem usando.

Ligações Perigosas
No dia 10 de abril, o PSDB lançou oficialmente a candidatura de Serra numa pomposa festa em Brasília. O PT viu a necessidade, então, de realizar um ato que funcionasse como um contraponto à festa tucana, fazendo Dilma dividir o noticiário com o oponente. Para isso, não teve dúvida. Organizou em cima da hora um evento em pleno Sindicato dos Metalúrgicos do ABC para fazer propaganda da candidata petista.

Mais do que isso, a festa no sindicato que foi um marco do chamado “novo sindicalismo” selou a união das principais centrais em torno da candidatura Dilma, como expressa a manchete do jornal da entidade: “Dilma, a classe trabalhadora brasileira acaba de assumir sua candidatura”. Assim, CUT, Força Sindical, CTB, CGTB e UGT beijaram a mão da candidata e reforçaram seu compromisso com o governo.

Do outro lado das trincheiras
O dramático é que as maiores centrais sindicais colocam toda sua estrutura a favor de uma candidatura e de um projeto político contra os interesses dos trabalhadores. Agem de forma consciente para enganar a classe, propagando a ideia de que, sob o governo Lula, a vida melhorou. Não foi por menos que, no evento de “lançamento” de Dilma, foi providenciada uma comissão do Dieese a fim de desfiar uma série de números e estatísticas para convencer os trabalhadores de que o governo é bom.

Nenhuma palavra, porém, sobre a reforma da previdência, aprovada em 2003, primeiro ano de governo Lula. Nem uma palavra também sobre o arrocho das aposentadorias, o projeto de lei que limita os reajustes ao funcionalismo público, assim como o avanço generalizado das terceirizações, a superexploração e todos os problemas que afligem o dia a dia da classe trabalhadora.

Não são apenas centrais sindicais pelegas, que tentam impedir a eclosão de lutas e mobilizações. São aparelhos sindicais atados ao governo a fim de facilitar a aplicação de sua política neoliberal contra os trabalhadores. Ou para eleger seu candidato nas próximas eleições.

Quem paga a banda...
Sob o governo Lula, as centrais receberam milhões. O atrelamento das maiores centrais sindicais ao governo não se dá apenas por ideologia. Com o governo Lula e o chamado “reconhecimento” das centrais, uma parte da reforma sindical aprovada pelo governo em 2008, elas passaram a receber diretamente milhões do imposto sindical.

Só em 2009, CUT, Força Sindical, CTB, NCST, CGTB e UGT dividiram nada menos que R$ 80 milhões do imposto sindical. Prevê-se que, para 2010, esse montante chegue a R$ 100 milhões. Só a CUT abocanhou R$ 26 milhões, enquanto a Força Sindical ficou com R$ 22 milhões (veja acima).

O 1º de Maio em 2010

- O 1º de Maio já está aí. Vamos às ruas empunhar as bandeiras de luta dos trabalhadores. Vamos manter a tradição da esquerda e preparar atos unitários e classistas.

Não faremos como centrais governistas como CUT e Força Sindical que realizam showmícios financiados pelas mesmas empresas e governos que atacam direitos e salários dos trabalhadores do decorrer do ano.

O 1º de Maio é dia de luta contra o capitalismo, para denunciar as grandes empresas, os Estados e seus governos e reafirmar a luta por uma sociedade justa, igualitária, uma sociedade socialista.

A Conlutas faz um chamado a todos os setores do movimento sindical, popular e estudantil à realização de atos unitários, classistas, de oposição de esquerda ao governo Lula, aos governos estaduais e municipais e aos patrões. Vamos organizar atos conjuntos com todos os setores que hoje compõem o processo de reorganização e aproveitar para convocar o Congresso Nacional da Classe Trabalhadora.

Em cada Estado devemos nos apoiar nas mobilizações que estão ocorrendo e buscar unificá-las para que sirvam de preparação dos atos do 1º de Maio. Desde as lutas nacionais às específicas de cada Estado, região ou categoria, devemos garantir a preparação do 1º de Maio e levantar as seguintes bandeiras:

- A defesa do aumento geral dos salários

- Redução da jornada de trabalho, para 36h, sem redução de salário e direitos

vamos denunciar que passados mais de sete anos o governo Lula tomou nenhuma iniciativa para reduzir a jornada nem para 40h semanais. Vamos fazer um chamado às centrais governistas por um dia nacional de paralisações; não devemos apostar as nossas fichas em um congresso corrupto como as centrais governistas vêm fazendo. Essa vitória dependerá exclusivamente da mobilização de nossa classe e por isso será preciso unidade e uma forte ação contra o governo e os patrões.

- Reforçar reivindicações da campanhas salariais, pela valorização dos trabalhadores da CAEMA, CEMAR, ELETRONORTE E SAAES !

Manifestar apoio à luta do funcionalismo público federal

Esse setor se enfrenta novamente contra o governo Lula, agora contra a projetos que na prática congelam o reajuste destes trabalhadores por 10 anos.

- Aposentados: Reajuste igual ao do salário mínimo, reposição das perdas e fim do fator previdenciário!

Haiti: Solidariedade sim, ocupação militar não!

Vamos ao 1º de Maio com nossas faixas, bandeiras, manifestos formando as colunas da Conlutas. Além de nossas bandeiras principais, não podemos deixar de falar da luta contra a opressão, do machismo, da homofobia, da luta por direito a moradia, saúde, educação, estabilidade no emprego, e a defesa do Socialismo, alternativa para a vida da classe trabalhadora, para a vida da humanidade.

Todos ao 1º de Maio!

20ª ROMARIA DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DA ÁREA ITAQUI / BACANGA – 2010.

TEMA: ÁGUA FONTE DE VIDA
LEMA: DIREITO DE TODOS

Acontecerá no dia 01 de maio de 2010, a 20ª Romaria dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Área Itaqui / Bacanga.
A Romaria e toda sua historia fez nascer o 1º de maio que é um grande esforço para superar a apatia e o individualismo, para fazer nascer e fortalecer as entidades livres, associações, clubes de senhoras e sindicatos, pastorais e outros movimentos, como alternativa para enfrentar a triste realidade de hoje, onde poucos donos de dinheiro, do pode político e da informação costumam manipular toda a sociedade.
No dia 1º de maio na área Itaqui / Bacanga não será feriado vai ser um dia de luta.

PROGRAMAÇÃO:

DIA: 01 DE MAIO DE 2010.

HORARIO: 13h00 – Concentração na Praça Dom Luis, enfrente ao reservatório de água da CAEMA ao lado da UFMA



www.conlutas.org.br

sábado, 17 de abril de 2010

Campanha em defesa do nosso Sindicato! Participe!

video

Registro da chapa "Mudar, Lutar e Conquistar" é notícia no Jornal Pequeno

'Mudar, Lutar e Conquistar' registra candidatura ao Sindicato dos Urbanitários



Na manhã de ontem, os representantes da chapa "Mudar, Lutar e Conquistar" registraram sua candidatura na sede do Sindicato dos Urbanitários (Stiu-MA), para as eleições da entidade que acontecerão nos dias 14, 15 e 16 de junho deste ano. A chapa, que se denomina oposição à atual gestão, traz como presidente o auxiliar administrativo da Caema, Ozenilson Sousa Costa, que inscreveu consigo mais 93 componentes.



De acordo com o coordenador Marcos Silva, há 12 anos as eleições não são disputadas por duas chapas, apenas por chapa única. O sindicalista atrelou a situação a então privatização da Cemar, a apatia dos trabalhadores e à divergência na luta deles. Marcos silva disse que somente nos ano 2000 que o movimento de oposição foi retomado, após a derrota na eleição de 1998.


Segundo o candidato à presidência do Stiu-MA, Ozenilson Sousa, a chapa deverá concorrer com a atual gestão que deve lançar sua candidatura à reeleição. Porém, contou que seu grupo traz sindicalismo, propostas de promover um trabalho classista, democrático e autônomo, frente aos outros partidos, além de se engajar pelas lutas sociais e econômicas das categorias especificas que agregam funcionários da Eletronorte, Caema, Cemar e Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae).

www.jornalpequeno. com.br
15 de abril de 2010 às 14:00

domingo, 21 de março de 2010

Edital de Convocação das Eleições no STIU

Segue abaixo aviso resumido da convocação das eleições para o Sindicato. Como não encontramos nenhuma informação no site do STIU-MA postamos em nosso blog.





quarta-feira, 17 de março de 2010

25 anos do STIU

PARABÉNS AOS URBANITÁRIOS E URBANITÁRIAS

QUE OUSARAM A FUNDAÇÃO DO STIU-MA, NOSSO SINDICATO!

“a arma mais poderosa nas mãos do opressor é a mente do oprimido”
(Steve Biko)

Em 25 de janeiro de 2010, se completa 25 anos da fundação histórica do STIU-MA, SINDICATO DOS URBANITÁRIOS DO MARANHÃO, nesta data que muito representa para nós trabalhadores e trabalhadoras, não poderíamos nos omitir de externar esta mensagem ao conjunto de nossa valorosa categoria urbanitária.

Nesta trajetória muito se conquistou, graças à luta e pressão dos trabalhadores, perdemos companheiros, mas a luta continuou, se travou batalhas e a categoria bravamente foi resistindo.

Observamos por outro lado, a constituição de um modelo de fazer sindicalismo, por parte da atual (ou melhor, antiga) DIREÇÃO do Sindicato, oposto aos princípios da classe trabalhadora, se formou uma BUROCRACIA/CÚPULA SINDICAL cheia de vícios e privilégios graças aos ditames da ARTICULAÇÃO - corrente do PT e da pelega governista CUT.

Existem diretores liberados, sem trabalhar há 6(seis), 9(nove) anos ou mais, isto é uma covardia, uma vergonha, um grande privilégio, nosso Sindicato, nossa categoria não merece ser usada de tal forma.

CAROS CAMARADAS, trabalhadores e trabalhadoras, precisamos repudiar esta situação imposta por essa CÚPULA SINDICAL que divide nossa categoria, quando escolhe trabalhador à dedo para participar e cooptá-lo em Congresso e viagem, pagos com nossa contribuição sindical, criando “vida boa” pra uns e opressão, assédio e subordinação pra maioria da categoria.

Por mais que os patrões, Governos e os pelegos sindicais não queiram, mas nós fazemos parte da história de luta e nos orgulhamos de pertencer à esta brava categoria de Urbanitários, impulsionamos com um conjunto de homens e mulheres o movimento LUTA URBANITÁRIA e estaremos lado-a-lado dos lutadores e lutadoras, com o firme propósito de resgatar e aplicar os princípios estatutário de NOSSO SINDICATO, que são:

a) Lutar pelos objetivos imediatos e históricos dos trabalhadores, tendo a perspectiva de uma sociedade sem exploração, onde impere a democracia política, social e econômica. Seu princípio fundamental é a defesa intransigente dos direitos, reivindicações, interesses gerais ou particulares dos trabalhadores, bem como do povo explorado;

b) Reger-se pela mais ampla democracia em todos os seus organismos e instâncias, garantindo a mais ampla liberdade de expressão das correntes internas de opiniões em complemento a uma forte unidade de ação;

c) Defender a unidade da classe trabalhadora, representando-a com respeito absoluto pelas convicções políticas, ideológicas, filosóficas e religiosas. O Sindicato tem como tarefa avançar na unidade da classe trabalhadora e não na cooperação entre as classes sociais, lutando por sua independência econômica, política e organizativa;

d) Orientar sua atuação no sentido de fortalecer a luta e a organização de base dos
trabalhadores nos seus locais de trabalho;

e) Lutar pela autonomia e liberdade sindical;

f) Garantir a independência da classe trabalhadora com relação aos patrões, ao Estado, aos partidos políticos e aos credos religiosos;

g) Unir-se aos movimentos populares da cidade e do campo; e

h) Solidarizar-se com todos os movimentos da classe trabalhadora e dos povos que caminham na perspectiva de uma sociedade livre e igualitária.

Será que esses diretores vitalícios nos representam à altura de nossas necessidades? Por que são contrários às iniciativas dos trabalhadores da base?, Por exemplo: foram contra o abaixo-assinado favorável ao plano habitacional dos servidores da CAEMA, dentre outras ações, pense nisso, converse com os demais colegas no seu local de trabalho, o que podemos fazer pra mudar esta situação?

A resposta está nas mãos da categoria urbanitária, nenhuma CÚPULA / BUROCRACIA SINDICAL é mais forte do que a vontade e força da maioria dos trabalhadores.
Após 25 anos a categoria Urbanitária do Maranhão, precisa agora avançar na luta, precisa dizer: MUDANÇA JÁ, pois muito vale o já feito, mais vale o que será!

VIVA A LUTA DA NOSSA CATEGORIA URBANITÁRIA!

VIVA O STIU-MA, NOSSO SINDICATO!

É PRECISO AVANÇAR, É PRECISO MUDANÇA JÁ!


São Luis, 22 de janeiro de 2010.

Saudações Urbanitárias,



MOVIMENTO LUTA URBANITÁRIA

lutaurbanitariama.blogspot.com
lutaurbanitaria@yahoo.com.br

Nilson Sousa (8896-2246)
George Pereira (8831-3610)
George Coutinho (8821-9030)
Leony Mota (8866-1416)
Marisio Carvalho (8823-8547)